Não procuro o sonho nos passos que piso. Se o achar, não é sonho, é um desenho inacabado por colorir)

Tinjo de negro-andorinha a sombra que se rasteja no eu ( para ter certo que o sonho que pinto-e-vejo, não morreu...)
Web Analytics by Controlia