voa no silêncio da musica, uma musa de asas-luz, zumbe segredos, cristais magoados, martelados nos montados.

o vento (visível)
falou-me nos olhos
e esvaziou-me de todos os passos ( que não dei…
sonho?
)
segredo que só eu sei
que não escrevi,
não desenhei ( cousa minha…
sonho?)

frágil,
sensível
vitral (invisível?)
estilhaços vagabundos,
palhaço-azul, com asas-de-bruma,
de um sonho ( impossível?)

1 Comments:

Blogger Betty Branco Martins said...

Querido Almaro

...)quero chamar-te_________ouso querer
a minúscula palavra
prende-se nas cordas vocais_______dança apenas
adormecendo no acolhedor cansaço
ganha vida no silêncio_____________ o rosto que pintei
onde o cansaço se despe__________e volta ao sono

Beijo com carinho

21 fevereiro, 2007  

Enviar um comentário

<< Home

Web Analytics by Controlia